Abrangência de ação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Uberlândia

Miguel Tanús Jorge, Bruno Leonardo Pegoraro, Lindioneza Adriano Ribeiro

Resumo


Este estudo objetivou conhecer a freqüência com que as pesquisas envolvendo seres humanos, realizadas por alunos ou residentes da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia, são submetidas à apreciação do comitê de ética em pesquisa (CEP) dessa instituição. Foram avaliados 186 trabalhos inscritos nas Semanas Científicas da Medicina de 1999, 2000 e 2001. Questionou-se a um ou mais autores se o trabalho havia sido aprovado pelo CEP e, em caso positivo, a informação foi conferida junto aos arquivos desse comitê. Excluindo-se os relatos de casos e um estudo que não envolveu seres humanos como sujeitos da pesquisa, foram avaliados 133 trabalhos, dos quais 13,5% aprovados pelo CEP. Concluiu-se que, à época, a maioria dos estudos envolvendo
seres humanos não era encaminhada ao CEP e que isso era mais evidente entre aqueles trabalhos sem patrocínio ou não, relacionados à obtenção de título acadêmico.

Palavras-chave


Ética em pesquisa; Comitê de ética em pesquisa; Pesquisa biomédica

Texto completo:

PDF