Reflexões Sobre a Bioética e o Consentimento Esclarecido

Paulo Antonio de Carvalho Fortes

Resumo


O autor discute a manifestação da autonomia individual o consentimento esclarecido em práticas e procedimentos relacionados à reflexão e ao estudo da bioética. Afirma como elementos do consentimento a liberdade, a informação, a temporalidade e sua possível revogabilidade. Ressalta a necessidade de se adotar o padrão subjetivo para que a informação a ser revelada fundamente o consentimento esclarecido. Tece ainda considerações a respeito da competência dos indivíduos de decidir e sobre exceções ao princípio.


Palavras-chave


Consentimento esclarecido; autonomia; beneficência

Texto completo:

PDF