A Escassez dos Recursos na Administração Hospitalar: como Responder aos Conflitos sem Abandonar a Ética?

Abrão Rapoport

Resumo


O autor descreve sua experiência no gerenciamento do Hospital Heliópolis, em São Paulo, integrante da rede SUS. Diante da escassez dos recursos disponíveis, discute o processo de recuperação da unidade. O sucesso administrativo não deve jamais ser desvinculado dos princípios éticos da atuação, onde pacientes e técnicos são devidamente valorizados. Bom atendimento e respeito mútuo devem conviver com investimentos planejados, os quais, em sua concepção, devem respeitar a individualidade do ser humano.

Palavras-chave


Escassez de recursos; administração hospitalar

Texto completo:

PDF