Autonomia e Heteronomia na Relação entre Profissional de Saúde e Usuário dos Serviços de Saúde

Maria Mathilde Marchi, Rachel Sztajn

Resumo


Este artigo procura discutir as condições de um possível equilíbrio nas relações entre os usuários e os profissionais de saúde, no sentido de verificar até que ponto a autonomia, que deveria caracterizar tais relações, está presente. Para tanto, as autoras tratam de noções que se situam em torno da idéia básica de autonomia, tais como competência, capacidade, consentimento, informação, direitos e deveres, autodeterminação.

Palavras-chave


Saúde; serviços; autodeterminação; competência; direitos

Texto completo:

PDF