Formando médicos para a Medicina de Família e Comunidade

Marco Aurélio Janaudis, Pablo González Blasco, Cynthia Haq, Joshua Freeman

Resumo


A Conferência Internacional sobre Atenção Primária à Saúde, organizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em Alma-Ata, estreava o conceito de ‘Saúde para todos’  onvocando a totalidade dos países a revisar os seus sistemas de saúde, tornando-os acessíveis à população. Em 1994, o Brasil lança o Programa Saúde da Família. A universidade não prepara adequadamente médicos para este trabalho. O envolvimento dos estudantes de Medicina com a Medicina de Família cresceu nos últimos dez anos como decorrência do trabalho de formação continuada, de caráter não curricular. A motivação do estudante e a reflexão vocacional, a visualização do professor como exemplo de aprendizado, a inserção precoce no atendimento ao paciente com acompanhamento
longitudinal, fomentando os esquemas de comunicação e preparando futuros professores, são oportunidades excelentes a serem aproveitadas.

Palavras-chave


Medicina de Família; Atenção primária

Texto completo:

PDF