Conhecimento sobre ética médica e resolução de conflitos na graduação

Victor Bruno Andrade das Graças, Joilson Francisco de Souza Júnior, Mariana Fontes Andrade Almeida, Jorge Gabriel Mendes Silva Santos, Nila Vitória Mendes Oliveira Santos, Edvaldo Victor Gois Oliveira, Luiz Eduardo Dantas Cerqueira Medeiros, Roberta Pimentel Rebello de Mattos, Déborah Mônica Machado Pimentel

Resumo


Resumo

Estudo quantitativo transversal descritivo que tem o objetivo de avaliar a percepção do graduando em medicina sobre a importância do ensino da ética médica e mensurar seu conhecimento sobre a temática em universidade pública do Nordeste brasileiro. Por meio de questionário aplicado a 230 estudantes foi possível avaliar deficiências provocadas pela ausência do ensino formal da ética médica e discutir a necessidade de abordagens diversificadas do tema durante a graduação. Resultados mostram maior taxa de acertos entre graduandos que cursaram ao menos uma disciplina sobre ética médica, mas índice insatisfatório em ambos os grupos. Um terço dos discentes que não tiveram contato com a temática revelaram não se sentir prejudicados por essa lacuna e 25,6% da amostra sequer valorizou a importância do tema em relação a outras disciplinas da graduação. Assim, torna-se necessário rever as estratégias do ensino médico para garantir melhores profissionais no futuro.

 

 


Palavras-chave


Ética médica. Currículo. Educação de graduação em medicina. Conhecimento.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)