Bioética, saúde e realidade brasileira

Christhian de Paul Barchifontaine, Marcos Aurélio Trindade Aurélio Trindade

Resumo


Este artigo propõe abordagem social, crítica, ativa, humanista, justa e eficaz no combate às desigualdades do sistema de saúde. Busca-se discutir formas de sanar os problemas da assistência no país a partir de análise sociológica que considera questões de classe. A saúde é aqui discutida como direito inalienável de todo cidadão, com base nos princípios da inclusão, universalidade, integralidade e equidade, propondo metas para uma bioética que rompa com as causas de desequilíbrio na assistência. São enfatizados o bem comum e a ética da vida, ressaltando a importância da solidariedade e da busca da igualdade entre os seres humanos.

 


Palavras-chave


Bioética. Saúde. Equidade em saúde-Sociedade civil. Participação da comunidade. Direitos humanos.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)