Publicações portuguesas em Bioética

Ana Sofia Carvalho, Walter Osswald

Resumo


A Bioética é eminentemente atual. Perdida a inocência da Ciência, ocupa hoje um importantíssimo lugar e torna-se referência indispensável para diferentes áreas do saber; “avassaladora”, lhe chamou Luís Archer; “uma generosa utopia para o século XXI”, definiu Daniel Serrão. É impressionante o volume de publicações científicas e de novas informações sobre Bioética, principalmente nos últimos dez anos; este número exponencial ilustra de forma conveniente o motivo pelo qual foi designada como avassaladora. A tarefa de expor as principais publicações portuguesas em Bioética foi arriscada e simultaneamente necessária - arriscada, dado que, devido à sua índole interdisciplinar, foi difícil delimitar seu campo de intervenção; e necessária, pois só deste modo poderemos fortalecer a divulgação e conhecimento dos contributos de ambos os países neste domínio. Longe da pretensão inexeqüível de apresentar todas as publicações, o presente trabalho restringe-se à última década, no que se refere às principais revistas e livros acerca da matéria, de modo a continuar esse proveitoso intercâmbio nesta área de interesse crescente.

Palavras-chave


Bioética; publicações portuguesas; Portugal

Texto completo:

PDF