Terminalidade e testamento vital: o conhecimento dos estudantes de medicina

Milena Joly Kulicz, Daniel Fortes Amarante, Henrique Takayoshi Ida Nakatani, Carlos Arai Filho, Cristina Terumy Okamoto

Resumo


Visando permitir maior autonomia aos pacientes terminais foi criada a Resolução 1.995/2012 pelo Conselho Federal de Medicina, que dispõe sobre o testamento vital (TV). Objetivando avaliar o conhecimento dos estudantes de medicina do primeiro ao sexto ano em relação aos conceitos e condutas éticas diante de pacientes terminais e sobre o TV, foi realizada esta pesquisa, na forma de estudo transversal, através de aplicação de questionário, o qual foi preenchido por 348 estudantes de medicina. Destes, 251 (72,1%) identificaram corretamente conceitos a respeito das condutas na terminalidade, mas apenas 23,5% demonstraram conhecer o conceito de TV. Apesar do baixo conhecimento, 80,1% afirmaram ter a intenção de respeitar o TV de um paciente terminal, quando se depararem com tal. Pesquisas sobre o assunto são importantes para alertar sobre falhas nos currículos destes futuros médicos, além do caráter reflexivo desse tipo de estudo, permitindo trabalhar questões éticas fundamentais para o atendimento humanizado.


Palavras-chave


Autonomia; testamentos quanto à vida; cuidados paliativos na terminalidade da vida; diretivas antecipadas.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)