Edmund Pellegrino: moralidade médica e a teoria do consenso moral

Carmen Silvia Molleis Galego Miziara

Resumo


Os autores apresentam e comentam as ideias de Edmund Pellegrino, eticista americano, acerca da existência de uma moralidade interna à Medicina, relacionada ao fim inerente à arte médica, ou seja, a cura do paciente, assim como acerca da existência de uma moralidade externa à medicina, aquela relacionada a todos os outros aspectos da atividade médica que não tenham como propósito final a cura do paciente. Apresentam os comentários de outros eticistas, contra ou a favor dos argumentos apresentados por Pellegrino e fazem comparação entre os aspectos da moralidade externa referida com a “teoria do consenso moral” desenvolvida pelos autores anteriormente. 


Palavras-chave


Ética médica. Consenso. Princípios morais. Medicina. Bioética. Eticista.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)