Uso de documentário na formação médica e reflexão ética sobre o aborto

Ianna Muniz, Liliane Lins, Marta Silva Menezes

Resumo


O ensino das humanidades na graduação de medicina, principalmente da ética e bioética, é imprescindível para o sucesso da futura relação médico-paciente. A arte cinematográfica vem se destacando como instrumento eficaz de ensino-aprendizagem, pois prepara o aluno para refletir e lidar com diversos conflitos da prática médica. Trata-se de estudo descritivo, com método qualitativo e emprego da técnica de análise temática a partir do documentário “À margem do corpo” como recurso didático para identificar as principais temáticas éticas abordadas pelos alunos e seus posicionamentos em relação a elas. Participaram deste estudo 50 alunos do segundo período de curso de medicina. Quatro temáticas principais foram discutidas: vulnerabilidade e redução da autonomia; objeção de consciência; desumanização e negligência na assistência à saúde; e aborto.

 


Palavras-chave


Filmes cinematográficos. Ética médica. Bioética. Análise de vulnerabilidade. Humanização da assistência. Aborto legal.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)