Diretivas antecipadas de vontade em geriatria

Bruna Mota Machado Gomes, Lorena Araújo Salomão, Aratti Cândido Simões, Bárbara Otoni Rebouças, Luciana Dadalto, Maira Tonidandel Barbosa

Resumo


Diretivas antecipadas de vontade são o conjunto de desejos manifestados pelo paciente sobre cuidados e tratamentos que quer receber, ou não, se incapacitado de expressar sua vontade. Avaliamos o entendimento de acompanhantes de idosos (n=66) em Ambulatório geriátrico, professores (n=60) e acadêmicos de Medicina (n=72) quanto às DAV, intenção de fazer o documento, condutas em situações de terminalidade para pacientes, familiares e para si mesmos. Somente 20% sabem ou têm ideia do que são DAV; a maioria (72%) prefere falecer em casa em estado terminal, recebendo cuidados paliativos, 32% preferem no hospital, mas 45% aceitam ser levados à terapia intensiva em fim de vida. Poucos participantes pensam em fazer DAV, mesmo após explicações. Mais da metade dos participantes (56%) confia que equipes médicas respeitarão suas decisões, 83% confiam nos familiares. Acreditamos que o assunto deva ser mais discutido na sociedade, e nas áreas de ensino e assistência à saúde em especial. 


Palavras-chave


Testamento Vital. Diretivas antecipadas de vontade. Idosos. Autonomia do paciente. Terminalidade da vida.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)