Problemas e conflitos bioéticos da prática em equipe da Estratégia Saúde da Família

Juliana Marin, Carlos Dimas Martins Ribeiro

Resumo


O objetivo desse trabalho é analisar a gênese e a expressão dos problemas e conflitos éticos que emergem no processo de trabalho de uma equipe da Estratégia Saúde da Família. Essa investigação qualitativa conta com três etapas de operacionalização a considerar: etnografia, entrevista e grupo focal. O principal problema ético encontrado é o descompromisso de profissionais frente a outros profissionais e ao paciente, e que, por consequência, desencadeia outros problemas éticos, tais como o absenteísmo profissional, a procrastinação do profissional e a fragmentação da equipe. A origem desses problemas está relacionada à ausência de razoável competência interpessoal, às necessidades não atendidas do profissional, à hierarquia e à baixa maturidade psicológica. Sendo assim, são necessárias estratégias de intervenção, tanto na gênese quanto nos problemas e conflitos éticos para que o trabalho em equipe não se estabeleça em pseudo-equipe em detrimento à produção do cuidado.


Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Estratégia Saúde da Família; Equipe Interdisciplinar de Saúde; Bioética; Ética.

Texto completo:

PDF PDF (Español) PDF (English)