Violência e religiões: uma introdução

Márcio Fabri dos Anjos

Resumo


Ocorrem, hoje, violentos conflitos de diferentes tipos em que a religião parece estar evidentemente implicada. Para compreender essa intrigante relação entre as religiões e a violência na sociedade, é preciso considerar o que se passa no interior das mesmas e em seus contextos sociais globais. Dada a complexidade do tema, estudos atuais privilegiam a análise do judaísmo, cristianismo e islamismo, três grandes religiões monoteístas. Neste ensaio se buscam chaves de leitura mais gerais para o assunto. Após inserir as religiões dentro da condição humana de luta pela sobrevivência, ressaltamse alguns lugares fundamentais da experiência religiosa mais relacionados com a violência: a figura de Deus e seus mandamentos, a consciência das religiões sobre suas próprias construções que implicam violência, suas concepções sacrificiais e, por fim, seu papel de sustentar uma identidade social em meio a grupos sociais conflitivos.

Palavras-chave


religião e violência; sacrifícios; conflitos sociorreligiosos; sobrevivência

Texto completo:

PDF