Práticas educativas sobre violência contra a mulher na formação de universitários

Patrick Leonardo Nogueira da Silva, Sibelle Gonçalves de Almeida, Aurelina Gomes e Martins, Mônica Antar Gamba, Elaine Cristina Santos Alves, Renê Ferreira da Silva Junior

Resumo


Objetivou-se analisar as práticas educativas sobre violência contra a mulher na formação profissional de estudantes universitários. Trata-se de estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, que incluiu oito
estudantes universitários de uma instituição pública. Utilizou-se entrevista semiestruturada, e os depoimentos foram gravados e transcritos na íntegra. O tratamento dos dados se deu por meio da análise de conteúdo. A
maioria dos acadêmicos afirmou não ter estudado violência nos cursos de graduação. Por permitirem o desenvolvimento de habilidades para lidar com mulheres violentadas, as práticas educativas do projeto de extensão
são significativas para seu aprendizado, contribuindo para a formação acadêmica e profissional, apesar das dificuldades vivenciadas no decorrer dessas atividades. Depreende-se, então, que se deve capacitar acadêmicos
e profissionais de forma multidisciplinar para atuar no atendimento a vítimas de violência na comunidade.


Palavras-chave


Saúde da mulher. Violência contra a mulher. Educação superior. Educação em saúde. Promoção da saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English) PDF (Español)