Espiritualidade e religiosidade em pacientes com hipertensão arterial sistêmica

Cristiane de Fátima Silva, Fernanda Ribeiro Borges, Carolina Costa Valcanti Avelino, Amanda Vaz Tostes Campos Miarelli, Gabriela Itagiba Aguiar Vieira, Sueli Leiko Takamatsu Goyatá

Resumo


Hipertensão arterial sistêmica é o principal fator de risco para complicações como infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e doença renal crônica, resultando em relevante problema de saúde pública no Brasil e gerando custos médicos e socioeconômicos elevados em decorrência de tais complicações. A hipertensão arterial sistêmica associada a aspectos como espiritualidade e religiosidade tem sido tema de vários estudos. Assim, realizou-se pesquisa descritiva, exploratória, de delineamento transversal, com o objetivo de avaliar a espiritualidade e a religiosidade de 65 pacientes hipertensos atendidos em centro de atendimento a doenças crônicas. Os domínios “perdão” e “autoavaliação” receberam melhor pontuação, apresentando média de 1,42 e 1,46, respectivamente. Já o domínio “religiosidade organizacional” resultou em maior média entre os entrevistados (3,00). A espiritualidade e a religiosidade de hipertensos são importantes dimensões que devem ser consideradas na elaboração de projeto terapêutico holístico.


Palavras-chave


Espiritualidade. Religião. Hipertensão.

Texto completo:

PDF PDF (English) PDF (Español)