Pluralismo bioético: contribuições latino-americanas para uma bioética em perspectiva decolonial

Marcos de Jesus Oliveira, Elzahra Mohamed Radwan Omar Osman

Resumo


Este ensaio pretende apresentar subsídios para proposta bioética em perspectiva decolonial como parte da expansão de projetos epistêmicos, políticos e estéticos latino-americanos para além dos projetos hegemônicos eurocentrados. Para tanto, o trabalho inicia com breve discussão a respeito da autorrepresentação que o conhecimento produzido na Europa faz de si mesmo, problematizando sua “vontade de poder”, além das estruturas pelas quais se legitima(ra)m epistemicídios. O debate avança no sentido de expor alguns dos elementos comuns à perspectiva decolonial para, então, aportar suas contribuições para o debate bioético
contemporâneo, desaguando no chamado pluralismo bioético como potência para um pensamento outro.


Palavras-chave


Bioética. América Latina. Diversidade cultural-Grupos étnicos. Comparação transcultural- -Grupo com ancestrais nativos do continente americano. Cultura-Consciência.

Texto completo:

PDF PDF (English) PDF (Español)