Revelação do diagnóstico de HIV dos pais

Bruna Pase Zanon, Pâmela Batista de Almeida, Crhis Netto de Brum, Cristiane Cardoso de Paula, Stela Maris de Mello Padoin, Alberto Manuel Quintana

Resumo


Este artigo tem o propósito de avaliar evidências científicas, disponíveis na literatura, acerca dos fatores que interferem na decisão de revelar o diagnóstico de HIV dos pais para os filhos. Trata-se de revisão integrativa, desenvolvida nas bases de dados Medline e Lilacs, utilizando os termos [HIV ou aids] and [criança ou adolescente] e [revelação]. Selecionaram-se 14 artigos. Os fatores que interferem na decisão de revelar o diagnóstico foram: capacidade cognitiva e maturidade da criança; fortalecimento dos laços familiares; informações
para a criança acerca da doença; adoecimento e morte dos pais; descoberta por terceiros; estigma e preconceito; reações negativas da criança; modo de falar da doença com a criança; e medo de perder o poder parental. Portanto, indica-se preparo para revelação do diagnóstico, de modo compartilhado entre os familiares que cuidam da criança e os profissionais de saúde que mantêm vínculo com essa família.


Palavras-chave


HIV. Síndrome da imunodeficiência adquirida. Saúde da criança. Saúde do adolescente. Revelação da verdade. Família.

Texto completo:

PDF PDF (English) PDF (Español)