A relação médico-paciente sob a influência do referencial bioético da autonomia


Resumo


Objetivo: analisar a influência do referencial bioético da autonomia na relação médico-paciente, o efeito da internet nessa autonomia e a importância dessa relação frente avanços tecnológicos. Método: estudo com técnica descritiva e exploratória, utilizando abordagem quantitativa e qualitativa. Resultados: 10% viram o surgimento do referencial da autonomia como o fator mais importante nas mudanças da relação; 96% consideraram a introdução da autonomia importante ou muito importante; 84% declararam que ela torna a relação mais complexa e 77%, que foi um grande avanço para o paciente; 56% afirmaram que o paciente leva informações da internet à consulta; 85,5% consideram que essa atitude aumenta sua autonomia, e 32,2%, que interfere na autonomia do médico. Conclusão: o referencial bioético da autonomia foi um grande avanço para o paciente, acrescentando complexidade ao relacionamento; a internet aumenta a autonomia do paciente, pode melhorar a relação e aumentar sua participação nas tomadas de decisão.



Palavras-chave


Relações médico-paciente. Autonomia pessoal. Bioética. Internet.

Texto completo:

PDF PDF (English) PDF (Español)