Bases filosóficas da bioética e sua categoria fundamental: visão contemporânea

Ricardo Timm de Souza

Resumo


Este texto objetiva aprofundar, filosoficamente, a questão da necessidade de fundamentação, em categorias argumentativamente sólidas, das bases de referência conceitual da bioética, em corte marcadamente contemporâneo. Pretende-se examinar, em primeiro lugar, o reposicionamento da ética em meio ao concerto das disciplinas filosóficas contemporâneas; em segundo, um aprofundamento das articulações entre a ética e as três dimensões sociognoseológicas essenciais para a compreensão da questão da ética em geral e, por extensão, da atual bioética, a saber: a ecologia, a ciência e a justiça. Finalmente, discorreremos em favor do que chamamos de “categoria fundamental da bioética”, procurando evidenciar de que modo essa categoria, implícita em toda e qualquer atitude eivada de intenções “eticamente adequadas” – o que significa que fundamenta a ética enquanto, justamente, fundamento da capacidade intelectiva de conceber o real –, mobilizada pela preocupação ética eminentemente concreta e não apenas teórico-formal do agir, tem de se tornar explícita no corpo da própria ação, no sentido da solidez categorial de sua legitimação filosófico-argumentativa e das teorias que dela derivam ou se pretenda especulativamente elucidar.

Palavras-chave


ética contemporânea; base filosófica da bioética; categoria fundamental da bioética; justiça

Texto completo:

PDF